A responsabilidade ambiental da cadeia do medicamento
28 Mai'19 | Barreiro

A responsabilidade ambiental da cadeia do medicamento

Há 20 anos atrás, os operadores do circuito do medicamento – indústria, distribuidores e farmácias – uniam esforços para responder a um dos mais importantes desafios das sociedades modernas. Estávamos nos primeiros anos de uma nova era de consciencialização para o problema da sustentabilidade do planeta. A legislação europeia e nacional introduzia as primeiras obrigações dos agentes económicos neste domínio e a responsabilidade social dos operadores apelava à ação. Em 1999 era formalmente criada a Valormed - Sociedade Gestora de Resíduos de Embalagens e Medicamentos, Lda. São duas décadas a recolher e tratar os resíduos de embalagens e medicamentos fora de uso que os portugueses entregam nas farmácias. Mais de 13 mil toneladas de lixo que receberam o devido tratamento, desde a separação, reciclagem, incineração e valorização energética.

[A bastonária da OF esteve acompanhada nesta visita ao novo centro de triagem da Valormed pelo presidente da Secção Regional de Lisboa da Ordem dos Farmacêuticos, Luís Lourenço, pela assessora para o Envolvimento dos Cidadãos, Sofia Crisóstomo, e pela vice-presidente da Zero - Associação Sistema Terrestre Sustentável, Carla Graça]

O mote para a visita da bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF) à Valormed era a entrada em funcionamento, em março passado, do novo centro de triagem no Barreiro. Foi a primeira iniciativa dos Roteiros Farmacêuticos neste seu segundo mandato à frente da OF. Foi também o momento para abordar o fim do ciclo de vida do medicamento e para reciclar um dos projetos mais emblemáticos do primeiro mandato da bastonária, que a conduziu a mais de uma centena de locais onde os farmacêuticos exercem a sua atividade. Nos próximos três anos, Ana Paula Martins quer continuar a promover a proximidade com os colegas que estão no terreno e a dar visibilidade ao que melhor se faz no setor, mas pretende agora envolver também as organizações da sociedade civil ou as associações representantes de doentes, convidando-as a conhecer serviços e projetos desenvolvidos por farmacêuticos que respondem a necessidades concretas dos doentes e da sociedade em geral. Foi assim neste contexto que a Ordem convidou a Zero - Associação Sistema Terrestre Sustentável para participar nesta visita ao centro de triagem da Valormed.

À chegada, a comitiva da OF tinha à sua espera o diretor geral da Valormed, o farmacêutico Luís Miguel Figueiredo, e dois membros dos órgãos sociais da sociedade, também eles farmacêuticos, Rui Rodrigues, em representação da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (Apifarma), e Orlando Silva, pela Associação Nacional das Farmácias (ANF). A Ambimed, empresa subcontratada pela Valormed para tratamento dos resíduos presentes nos contentores que vêm das farmácias, estava representada pelo diretor-geral, Rui Bastos, e diretora Comercial, Anabela Januário.

Em ano de aniversário, o diretor geral Valormed desvendou alguns pormenores sobre as comemorações que vão decorrer no mês de outubro, a principal das quais relacionada com a apresentação dos resultados de um estudo sobre o valor acrescentado da atividade da Valormed. Os responsáveis da empresa têm plena consciência da importância do serviço prestado, mas consideram essencial quantificá-lo em todas as suas vertentes, dando a conhecer à população as suas múltiplas implicações e benefícios.

É também o momento certo para definir estratégias, identificar prioridades e estabelecer um rumo para os próximos anos. Conforme foi explicado, o primeiro objetivo passa por consolidar o novo sistema de rastreabilidade dos contentores, que substitui as folhas de registo que circulavam entre farmácias, distribuidores e a empresa que faz o tratamento de resíduos. Em cima da mesa está também o alargamento do serviço prestado pela Valomed aos locais de venda de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica e, ainda, a integração na sociedade de novas associações setoriais entretanto constituídas. Desde 2008, a Valormed assume também a responsabilidade na gestão dos resíduos medicamentos recolhidos nas explorações pecuárias, situação pioneira em praticamente todo o mundo e que, apesar de em muito menor quantidade em relação aos resíduos recolhidos nas farmácias comunitárias, tem contribuído para o crescimento do volume de resíduos recolhidos.

Atualmente, a Valormed recolhe 18% dos produtos que são colocados no mercado, mas o objetivo para a próxima década passa por alcançar os 40%, mais do dobro do volume atual. Esta é também a percentagem de resíduos de embalagens que na atualidade seguem para reciclagem, um valor que se espera aumentar com o início da atividade neste centro de triagem do Barreiro. Os resíduos restantes, onde se incluem os restos de medicamentos não utilizados, seguem para incineração.

Na visita pelo centro, a comitiva da OF foi conhecendo as diferentes fases do processo, desde a chegada dos contentores, registo de entrada, colocação e separação nos tapetes de triagem, num processo que envolve um total de 21 colaboradores, que processam diariamente cerca de 6 toneladas de resíduos. Luís Miguel Figueiredo admite que há ainda um importante trabalho a desenvolver junto da população, sensibilizando-a para quais os resíduos que podem ou não ser depositados no contentor da Valormed. Infelizmente, muitas pessoas continuam ainda a depositar nos contentores resíduos que não estão abrangidos pela licença atribuída, nomeadamente, seringas, lancetas, radiografias e outros materiais cortantes nos, o que implica uma atenção adicional dos colaboradores da Ambimed na fase de separação e classificação dos que podem efetivamente seguir para reciclagem. Os responsáveis da empresa recordam o papel central dos farmacêuticos comunitários na educação das comunidades que servem.

Além dos embaladores e distribuidores, estão atualmente envolvidas na atividade da Valormed 2.907 farmácias, sendo anualmente distinguidas as mais comprometidas com a missão desta sociedade. Entre várias ações realizadas nas praias, pelos escuteiros ou campanhas de comunicação na televisão, nas redes sociais e até no multibanco, merece especial destaque o envolvimento das farmácias na educação dos mais novos. A Valormed fornece materiais didáticos para que as farmácias se desloquem às escolas e expliquem aos mais novos, que por sua vez transmitem às suas famílias, a importante missão da entidade gestora em benefício do ambiente e da saúde pública.

A bastonária elogia este esforço empregue na formação da população e destaca, muito especialmente, o papel dos farmacêuticos comunitários para o sucesso desta iniciativa. Foram eles que ao longo destes 20 anos apelaram ao envolvimento dos portugueses, insistindo para que os utentes tragam de volta os medicamentos fora de prazo e são eles que, ainda hoje, insistem com os utentes para que arrumem e revejam os prazos de validade dos medicamentos que têm em casa.

O presidente da Secção Regional do Sul e Regiões Autónomas (SRSRA), Luís Lourenço, lembrou, por sua vez, a colaboração com a Valormed em projetos dirigidos aos mais novos e à população sénior, como são os casos da Geração Saudável e do espaço Farmácia/Laboratório Saúde na Kidzania. Lembrou também o processo de atribuição dos títulos de especialista em Farmácia Comunitária, no âmbito do qual foram também analisadas as ações realizadas pelos farmacêuticos junto da comunidade. O dirigente da OF reiterou a disponibilidade da instituição para aprofundar os temas relacionados com a proteção do ambiente e com a atividade da Valormed nas ações desenvolvidas pela Ordem, e muito particularmente pela SRSRA. O mesmo sublinhou a bastonária, destacando sinergias que favorecem a ação das duas entidades e que respondem a este desafio de sustentabilidade ambiental. Em conversa também com os responsáveis da Valormed, a vice-presidente da Zero destacou as preocupações ambientais no domínio do medicamento e produtos de saúde, lembrando estudos e análises realizadas um pouco por todo o país que detetaram a presença de resíduos de medicamentos e substâncias ativas, com especial preocupação para os antibióticos, em estações de tratamento de águas e muito especialmente nos rios.

A Valormed tem conseguido cumprir a sua missão de menorizar o impacto do medicamento no ambiente, enquanto resíduo. O sucesso desta atividade deve-se ao envolvimento de todos os agentes da cadeia de valor do medicamento, mas depende fundamentalmente dos portugueses e da sensibilidade de cada um para os problemas ambientais. O setor farmacêutico está a fazer a sua parte, cabe ao país aproveitar toda a logística montada e resolver um problema que tem todas as condições para o deixar de ser.

Outros Roteiros

13 Dez'18 | Cascais A Saúde Mental precisa de uma atenção diferenciada Era dia de Festa de Natal. Num pequeno palco montado no refeitório ensaiavam-se as últimas músicas e coreografias. A Rádio Despertar da Casa do Pisão passava música... Ler Mais
21 Set'18 | Açores Visão completa da Farmácia açoriana Graciosa, Flores e São Miguel foram as ilhas visitadas neste terceiro Roteiro Farmacêutico na Região Autónoma dos Açores. Nas duas primeiras, os dirigentes da OF... Ler Mais
07 Mai'18 | Açores De ilha em ilha, com a profissão no horizonte Os Roteiros Farmacêuticos regressaram aos Açores, para mais um conjunto de visitas aos farmacêuticos do arquipélago e aos locais onde estes exercem a sua atividade,... Ler Mais
17 Abr'18 | Portalegre Fixar profissionais é o maior desafio das unidades do interior A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos visitou no dia 17 de abril a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), que engloba os Hospitais Dr. José Maria... Ler Mais
19 Dez'17 | Tomar Um modelo de laboratório clínico a preservar A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF) visitou, no dia 19 de dezembro, o laboratório de análises clínicas Fernanda Galo Laboratórios, em Tomar, em mais uma... Ler Mais
18 Jul'17 | Pedrogão Grande Tragédias que despertam a solidariedade farmacêutica Enquanto estruturas de proximidade da população, as farmácias conhecem e vivem de perto os problemas das comunidades que servem. Em Pedrógão Grande, Figueiró dos... Ler Mais
12 Jul'17 | Alentejo Profissionalismo e proximidade dos farmacêuticos alentejanos Sob o tórrido e típico calor de verão alentejano, a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, visitou nos dias 10 e 12 de julho os colegas dos... Ler Mais
20 Jun'17 | Braga Gestão privada que serve o interesse público O Hospital de Braga foi considerado o melhor hospital do país na avaliação recentemente divulgada pela Entidade Reguladora da Saúde. Em vários rankings e... Ler Mais
05 Jun'17 | Lisboa Polícia Científica e Ciências Farmacêuticas com ligação umbilical O Laboratório de Polícia Científica é um dos laboratórios mais avançados do mundo, com tecnologia de ponta e recursos humanos altamente qualificados. As suas origens... Ler Mais
05 Jun'17 | Sintra A única profissão de saúde com valências na produção Os farmacêuticos de indústria estão presentes, de forma transversal, em todo o processo de desenvolvimento e produção de fármacos. Desde a direção técnica das... Ler Mais
05 Mai'17 | Trás-os-Montes e Alto Douro Bons exemplos no nordeste do país Quatro dias no interior de Portugal para conhecer as dificuldades e os desafios de quem luta diariamente contra a desertificação. O Roteiro que levou a bastonária às... Ler Mais
18 Abr'17 | Santarém Assistência farmacêutica na região do Médio Tejo A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, visitou, no dia 18 de março, o distrito de Santarém, em mais uma iniciativa integrada no projeto "Roteiros... Ler Mais
21 Mar'17 | Oeiras Profissionais de saúde no sistema de saúde prisional Impulsionados pela bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF), os bastonários das Ordens dos Enfermeiros e dos Médicos acompanharam Ana Paula Martins na visita ao... Ler Mais
17 Mar'17 | Coimbra Laboratórios que prezam a qualidade e proximidade O Roteiro Farmacêutico realizado no dia 17 de março, na cidade de Coimbra, envolveu a visita a dois laboratórios de análises clínicas dirigidos por duas farmacêuticas... Ler Mais
02 Mar'17 | Lisboa Farmacêuticas nos cuidados de saúde primários Serão pouco mais de meia centena os farmacêuticos que trabalham nas cinco Administrações Regionais de Saúde do País. Na região de Lisboa e Vale do Tejo, reside um dos... Ler Mais
06 Fev'17 | Portimão Intervenção farmacêutica nos serviços públicos algarvios Na primeira vez que se deslocou ao Algarve no âmbito dos Roteiros Farmacêuticos, a bastonária contactou com três áreas distintas de intervenção profissional dos... Ler Mais
05 Dez'16 | Loures Farmácia Hospitalar em hospital PPP A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos visitou, no dia 5 de dezembro, o Hospital Beatriz Ângelo (HBA), em Loures, onde foi recebida pelo administrador executivo,... Ler Mais
29 Nov'16 | Penafiel Dispositivos médicos de produção nacional A Bastos Viegas é um dos vários bons exemplos de empresas portuguesas altamente credenciadas a nível internacional. É referência a nível mundial na área dos... Ler Mais
29 Nov'16 | Porto Cada farmácia com a sua história e experiências Foram quatro as farmácias visitadas pela bastonária durante o Roteiro realizado na região Porto. Separadas pelo Douro ? duas no Porto; duas em Vila Nova de Gaia ?... Ler Mais
28 Nov'16 | Porto Qualidade, segurança e eficácia na terapêutica oncológica O Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto recebeu no dia 28 de novembro a visita da bastonária da Ordem dos Farmacêuticos. O presidente do Conselho de... Ler Mais
29 Out'16 | Ponte de Lima Uma profissão com muitas referências Manuel Pimenta é um dos mais distintos farmacêuticos do nosso País e uma personalidade de referência na vila que ostenta o título de mais antiga de Portugal: Ponte de... Ler Mais
28 Out'16 | Vila Nova de Gaia Farmacêuticos hospitalares compensam com esforço o subfinanciamento da saúde Em visita aos Serviços Farmacêuticos do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), a bastonária louvou o esforço dos farmacêuticos hospitalares que... Ler Mais
28 Out'16 | Porto Transformar conhecimento em valor económico A bastonária foi conhecer a incubadora de empresas da Universidade do Porto - UPTEC-Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto - para perceber os apoios... Ler Mais
23 Jul'16 | Açores Os desafios da insularidade e da descontinuidade geográfica A bastonária visitou a Região Autónoma dos Açores, entre 21 e 23 de julho para contactar com os colegas farmacêuticos açorianos e com eles analisar a atualidade do... Ler Mais
17 Jul'16 | Madeira Em contacto com os farmacêuticos madeirenses Nos dias 15, 16 e 17 de julho, a bastonária deslocou-se à Região Autónoma da Madeira, em mais uma etapa dos Roteiros Farmacêuticos, que passou pelo hospital,... Ler Mais
12 Jul'16 | Lisboa Antigas instalações da farmácia privada são agora para o ambulatório hospitalar A convite do presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), Carlos Martins, a bastonária da OF, Ana Paula Martins, deslocou-se no... Ler Mais
08 Jul'16 | Figueira da Foz Serviços farmacêuticos à medida da população A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF) visitou a 8 de julho a Farmácia Saúde e a Farmácia Saúde Lavos, ambas no concelho da Figueira da Foz. As diretoras... Ler Mais
25 Mai'16 | Lisboa Responsabilidade farmacêutica em oncologia Os farmacêuticos que trabalham no Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPOLFG) são responsáveis, mensalmente, pela preparação de mais de 3 mil... Ler Mais
11 Mai'16 | Vila Franca de Xira Mais de 200 farmacêuticos a servir nos arredores A "primeira etapa" dos Roteiros Farmacêuticos passou pelo concelho de Vila Franca de Xira, nos arredores de Lisboa. A bastonária visitou algumas unidades de saúde... Ler Mais